10 de Julho de 2019Júnia Jacinto Lara36 Visto

PHA deixa legado de bom jornalismo

 A Fenae manifesta seu pesar à família e amigos do jornalista Paulo Henrique falecido na madrugada desta quarta, 10.  PHA, como era conhecido, atuou em vários veículos da grande imprensa, desde 1961, quando iniciou a carreira. Foi apresentador e repórter e mantinha o blog “Conversa Afiada”, onde questionava o comportamento de parte da imprensa tradicional brasileira.

Dono de uma atuação combativa, se notabilizou pelas duras críticas aos retrocessos do país. Popularizou o termo “PIG” (Partido da Imprensa Golpista), denunciando a falta de isenção da imprensa no cenário político brasileiro; e o bordão “Olá, tudo bem?”, que era como se dirigia a seus telespectadores.

Ele sofreu um infarto aos 77 anos, em sua casa, no Rio de Janeiro. Ele deixa uma filha e a mulher, a também jornalista Geórgia Pinheiro. Para a Fenae, o jornalista era um exemplo de um profissional comprometido com os ideais democráticos e com a soberania do Brasil. Sua morte é uma grande perda para o país.